segunda-feira, março 22, 2010

191. ANTÓNIO REIS NO "PANORAMA"

MasterALJ

"Depois de na primeira edição organizar a programação por temas, de pesquisar sobre as ferramentas do cinema documental português na segunda e de tentar descobrir como se trabalha no documentário na última edição, a 4ª Mostra do Documentário Português, que decorre de 9 a 18 de Abril, no Cinema São Jorge dá continuidade à questão levantada no ano passado, olhando para a produção dentro de paredes particulares: as da escola.
Perguntando «como se ensina o documentário português?», o PANORAMA decidiu ir visitar escolas e cursos, tentando perceber que contornos adquire o documentário nos diferentes estabelecimentos de ensino, e que problemas pedagógicos levanta àqueles que decidem tratá-lo como sua matéria exclusiva.
A Escola de Cinema ocupa este ano um lugar de destaque, não só pela temática da mostra, mas também pelo facto de ser retratada no tempo em que António Reis foi lá professor.
O PANORAMA que todos os anos homenageia a obra de um documentarista português — Percursos no Documentário Português — vai este ano focar-se em António Reis em colaboração intensa com Margarida Cordeiro. António Reis é a figura central e unificadora de toda a programação desta 4ª Mostra do Documentário Português, que é também, e como sempre, uma montra do melhor documentário produzido em Portugal no ano passado.
De António Reis e Margarida Cordeiro serão exibidos quatro filmes, em colaboração com a Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema: «Jaime»; «Trás-os-Montes»; «Ana» e «Rosa de Areia».
São 59 documentários, alguns deles em antestreia nacional, quatro filmes de António Reis e Margarida Cordeiro e ainda outras surpresas".

panorama

1 Comments:

Blogger Popaul said...

En 1978, en una "Semana de Cahiers du Cinema" que tuvo lugar en la Filmoteca, en Barcelona, tuve la enorme sorpresa y satisfacción de dar con el "Tras os Montes" de Antonio Reis y Margarida Cordeiro. En aquel entonces escribí una página sobre ella en una revista española que existía en aquel entonces, "Cinema 2002", que no sé si conoceréis (acabó a inicio de los años 80, con unos pocos números bajo el nombre de "Cinema 2001").
Desde entonces, cada vez que paso por Portugal, busco afanosamente cualquier cosa que exista sobre Antonio Reis, pero con no demasiado éxito.
Y ahora, de repente, casi por casualidad, doy con vuestro blog.
Expectante por repasar todos los tesoros que parece que contiene, sólo os escribo este e-mail en señal de agradecimiento.
Un abrazo,
J. M. García Ferrer

9:41 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home